José Pacheco participa do 3º Educação 360

O educador português, coordenador pedagógico da Ecohabitare, falará sobre práticas educacionais inovadoras no dia 24 de setembro
O educador José Pacheco é um dos convidados da terceira edição do encontro internacional Educação 360, realizado pelos jornais O GLOBO e “Extra”, em parceria com o Sesc e a prefeitura do Rio e com apoio da TV Globo e do Canal Futura. O evento acontece nos dias 23 e 24 de setembro na Escola Sesc de Ensino Médio, em Jacarepaguá. Assim como nas edições anteriores, o encontro contará com palestras magnas de pensadores respeitados na área de educação.
José Pacheco falará no dia 24 sobre práticas educacionais inovadoras e novas construções sociais de aprendizagem. No mesmo dia, estarão presentes o também português Antônio Nóvoa, reitor honorário da Universidade de Lisboa, o francês Michel Maffesoli e suas ideias sobre a pós-modernidade. Secretária-executiva do Ministério da Educação, a socióloga e professora Maria Helena Guimarães vai ministrar a palestra de abertura do encontro, mesmo dia em que o sociólogo espanhol Manuel Castells trará suas reflexões sobre a sociedade em rede.
Esta edição do Educação do 360 acontece em meio às discussões finais para a elaboração da Base Nacional Comum Curricular (BNCC), que definirá boa parte do conteúdo a ser ensinado em cada série de todas as escolas de educação básica brasileiras.
— No ano de definição da Base Nacional Comum Curricular, torna-se mais do que nunca fundamental discutir-se educação no país. O Educação 360 chega a sua terceira edição com a missão de reunir a sociedade para isso. Preparamos uma programação que abrange grandes pensadores da atualidade no mundo, debatedores dos quatro cantos do país e estudos de caso que ultrapassam as paredes da escola. Educação não se resume mais ao que acontece na sala de aula, ela está em todo lugar. Cabe a todos nós aprimorá-la, pois só assim poderemos começar a pensar em um futuro melhor para nosso país — conta Roberta Ferraz, coordenadora do evento.
Pensadores e educadores renomados como o polonês Zygmunt Bauman e os franceses Pierre Lévy e Edgar Morin já participaram do seminário.
Neste ano, as mesas serão apresentadas uma seguida da outra, sem debates simultâneos, o que facilitará o acompanhamento de toda a agenda do encontro. Serão apresentados 21 estudos de caso, de todas as regiões do país, divididos em mesas que abordam os temas tecnologia e inovação, gestão, articulação, ambiente, currículo e avaliação, educação e cultura e protagonismo. Cada mesa será composta por três estudos que serão debatidos por dois especialistas no final de todas as apresentações. O sociólogo Cesar Callegari, a pedagoga Léa Fagundes e Ricardo Paes de Barros, economista-chefe do Instituto Ayrton Senna, estão entre os debatedores convidados. A mediação das mesas ficará em cargo de Antônio Gois, colunista do GLOBO, e Octavio Guedes, diretor de redação do “Extra”.
Alguns dos estudos de caso convidados são o Projeto Social Escola Sesc; o documentário “Menino 23 — Infâncias Perdidas no Brasil”, de Sidney Aguilar Filho; o projeto Criativos da Escola, que desenvolve iniciativas inovadoras em sala de aula; o Centro Integrado de Educação de Jovens e Adultos Campo Limpo, que combate o abandono de pessoas excluídas; a Escola do Vidigal, criada pelo artista plástico Vik Muniz, e a professora Jonilda Ferreira, de Paulista, na Paraíba, que revolucionou o ensino da matemática em sua escola, melhorando o desempenho dos alunos.

Deixe uma resposta

Fechar Menu