a alma de gaia

A abordagem Gaia Escola tem por inspiração o que a Mãe Terra nos ensina. Incorporamos no nosso fazer pedagógico a mudança como princípio fundamental da vida, que nos conduz a novos estágios de consciência e ação no mundo. Como um ato de amor, acreditamos numa educação que dá espaço ao sensível, ao belo. Que personifica a ética do cuidado e o compromisso de potencializar as transformações necessárias para uma vida em harmonia e paz.


Assumimos o pensamento sistêmico, como caminho para o resgate do sentido de totalidade, fragmentado pelo modelo cartesiano. Atendendo aos grandes desafios do Século XXI, o Gaia Escola incorpora as dimensões da sustentabilidade, para co-criar uma Nova Educação.

“Nosso compromisso é com a vida, na sua expressão mais profunda de harmonia com o planeta”.

Cláudia Passos

DIMENSÕES DA TRANSFORMAÇÃO DA EDUCAÇÃO PARA O SÉCULO XXI

Busca romper com a lógica da educação reduzida, historicamente, a um processo de desenvolvimento apenas cerebral, lógico, cognitivista, abrindo espaço para uma educação que promova um ser humano integral, capaz de desenvolver plenamente suas capacidades criativas e de integrar os aspectos mentais, emocionais, corporais e espirituais.


Reforça o conceito de escola como o encontro de nossa humanidade compartilhada, para além de diferenças de personalidade, ou identidades culturais e religiosas. É o exercício da compaixão e a parceria. Para tal fim, apresentamos abordagens caracterizadas por uma visão holística do mundo.

Resgata o sentido de comum-unidade, identificando os aspectos que contribuem para o cenário atual e estabelecendo as condições que possam apoiar o retorno do sentido de confiança e apoio mútuo.
Compreende um processo de aprendizagem, que possibilita uma grande transformação no fazer educação e é fundamento de outras dimensões, disponibilizando subsídios ao exercício de viver em uma comunidade.

Abre mão da lógica do edifício-escola como único locus de relação e conhecimento, considera a multiplicidade de espaço no território, em conexão em rede de saberes e fazeres, que ampliam o potencial de aprendizagem. Busca requalificar espaços da comunidade em ambientes para práticas pedagógicas que ressignifiquem a relação do homem com o seu meio. Busca criar um tecido social que promova a sustentabilidade ambiental regenerativa local.

Mostra caminhos para que as novas construções sociais de aprendizagem saiam do modelo mental da escassez. Parte da premissa de que uma economia conectada com os fluxos da vida se sustentará em um novo paradigma, onde todas as partes envolvidas sejam beneficiadas.
Com base nos princípios da economia solidária, busca o desenvolvimento de atividades em autogestão para co-criar a sustentabilidade econômica. Difunde a criação de estruturas organizacionais não hierárquicas, o estabelecimento de parcerias, a construção de redes colaborativas, sistemas de trocas.

Em 2015, um grupo de educadores criou a formação “Gaia Escola – Construindo Comunidades de Aprendizagem para um Mundo Sustentável”. O percurso transformativo foi desenhado com o objetivo de apoiar a transformação pessoal e profissional de educadores. Visávamos passar do paradigma da instrução para o da comunicação e para a criação de novas construções sociais de aprendizagem, incorporando os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS). De lá para cá, o que era um projeto de transformar a educação se viu desafiado a se institucionalizar, para apoiar a criação de redes de comunidades de aprendizagem no Brasil e em Portugal. Neste contexto, nasceu o Instituto Gaia Escola, com a missão de promover uma educação humanizadora, que garanta uma relação harmônica com o planeta.

Carta de Princípios

Acreditamos que o nosso sentido de humanidade está alicerçado nos valores que compartilhamos. Como agentes de transformação, buscamos expressá-los por meio dos nossos princípios de ação:


AMOROSIDADE – Se expressa por meio do exercício do cuidado, do afeto, da amizade e da generosidade que buscamos ter em todas as nossas relações.


COERÊNCIA – Nutre nosso senso de integridade, nos apoiando a avaliar constantemente nossas ações. É o exercício constante de alinhamento de pensamento, coração e ação.


COOPERAÇĀO – Reconhecemos a interdependência entre todos os indivíduos, por isso buscamos a nossa complementaridade por meio de parceria, o que potencializa a nossa capacidade de irmos mais longe. É o espírito do UBUNTU (“eu sou porque somos”) em ação.


CORAGEM – Vem da força espiritual que nos sustenta e do amor pelo que fazemos. Por mais difícil que o caminho se apresente, encontramos na resiliência e na perseverança os antídotos que nos ajudam a alcançar o nosso objetivo: um mundo onde TODOS possam viver em paz e harmonia.

 

INTEGRIDADE – Para nós, expressa nosso sentido ético. É praticada por meio da responsabilidade de promover a transparência nas nossas relações interpessoais e institucionais. É um valor que sustenta o crescimento institucional e valoriza nossa marca.

 

RESPEITO – É o exercício de acolher o outro na sua singularidade e abraçar a diversidade. Se dá por meio da escuta empática e da comunicação não-violenta incorporadas aos nossos projetos, para restaurar as conexões perdidas e promover relações saudáveis, algo essencial para uma convivência em comunidade.


SUSTENTABILIDADE – Integra, na sua essência, o desafio de promover um novo sistema de relações humanas. Buscamos incorporar, nas nossas práticas, uma abordagem que possibilite criar um ecossistema favorável à transformação social, ambiental, econômica e de visão de mundo, por meio de novas construções sociais de aprendizagem. Nosso objetivo é colaborar para o desenvolvimento local sustentável, a partir da escola.

Nossa Comunidade

Jornalista, MSc em Turismo (UnB), educadora e especialista em Comunicação para Turismo e Meio Ambiente. Desde 2014, atua na área de educação.  Foi professora do IFB (2016-2018) e  facilitadora da formaçã o “Gaia Escola”. No Instituto Gaia Escola é Formadora e Assessora de Comunicação.

Estudante de Comunicação Social – Jornalismo na (PUCPR) e pesquisadora na área de Jornalismo Educacional. É Assessora de Comunicação do Instituto Gaia Escola.

Arquiteta e Urbanista (Universidade de Brasília e Politécnico de Turim), especialista em Arquitetura Sustentável (Politécnico de Turim). Coordenou processos participativos com crianças e adolescentes tanto no Brasil quanto na Itália. Vem aprofundando seus estudos em pedagogia urbana e em espaços educativos. Integra a Rede de Comunidades de Aprendizagem do Distrito Federal.

Arquiteta e Urbanista (UFF), MSc em Construção Civil (UFPR), especialista em Gestão Ambiental (UFPR). É designer de sistemas sustentáveis e educadora ambiental. No Gaia Escola é Diretora Executiva e Coordenadora de Projetos para uma Nova Educação.

Educador, Pedagogo, Especialista em Leitura e Escrita, MSc em Ciência da Educação pela Faculdade de Psicologia e de Ciências da Educação da Universidade do Porto. Idealizador da Escola da Ponte, em Portugal. É autor de inúmeros livros e artigos sobre educação e indutor de mais de 100 projetos para uma nova educação no Brasil. No Gaia Escola é Diretor Pedagógico dos Projetos de Formação.

Fechar Menu